Mensagem Especial do Pai Celestial para a Consagração da Cruz Azul de Emmanuel



5 de enero de 2018 - Centro Mariano de Aurora, Uruguay

Hoje seus corações serão perdoados e suas vidas serão renovadas, porque o Todo-Poderoso está chegando, depois de Seu Filho, para liberar o mundo das trevas e da perdição.

Ele vem congregar os espíritos que O amaram e O honraram, que louvaram o Seu Nome e toda a Sua Criação.

Hoje estou ante suas misérias mais profundas, porém venho buscar seu maior amor, aquele amor que hoje Me entregaram e Me doaram incondicionalmente, para que Eu pudesse estar aqui entre os Meus e dar-lhes a comunhão de Meu Corpo e de Meu Sangue, de Meu Espírito e de Minha Divindade.

Hoje o Pai chega com Seu Reino, Seus anjos e arcanjos, com Seus coros celestiais para abençoar a primeira Cruz Azul. E o Sopro do Espírito chegará às almas e acenderá os corações com um desconhecido gozo que nunca viveram.

Assim como os Dons de Deus desceram no Cenáculo sobre os apóstolos e Maria, hoje os sete Dons do Espírito Santo se congregam aqui para descer em seus corações e essências.

Então, companheiros, é um grande momento de renovação e de júbilo, onde o passado deverá se apagar de suas consciências e mentes, porque agora, sim, poderei caminhar com os que estão firmes, com os que aprenderam a sair da tibieza e do desamor.

Agora, sim, poderei caminhar com os que devem ser justos, com os que aprendem a levar adiante Minha Obra, com os que disseram sim ao Meu Sagrado Coração. Neles, não recostarei a cruz das amarguras e do sofrimento, mas a Cruz de Emmanuel, que é a Cruz da vitória e da elevação da consciência humana até o Reino de Deus.

Assim, seus espíritos se elevarão e deverão crer, companheiros Meus, que suas penas se dissolverão completamente, sempre e quando derem permissão para isso.

Por isso, com esta doçura que agora brota de Meu Coração, hoje não venho ver os pecadores, mas os que se redimem e os que caminham na trilha da transformação interior todos os dias.

Não creiam, companheiros, que ganharão o Céu enquanto estiverem na Terra.

Vieram aqui, como a humanidade, para aprender a amar e a perdoar, para aprender a viver a compaixão e a justiça em cada detalhe.

Quando isso for alcançado, toda a humanidade estará livre da adversidade e do pecado, e as portas dos infernos se fecharão tantas vezes quanto foram fechadas por Deus através de Seu Filho e de Sua Serva Fiel, assim como de São José.

Bebam deste momento como um único momento que não se repetirá nunca mais. Unir o Céu e a Terra, o Universo e a humanidade é algo grandioso que não sucede todos os dias.

O Pai não desce ao mundo desde que Eu ascendi aos Céus. Imaginem, companheiros, quanto tempo passou para que chegasse este momento no qual os méritos de Minha Paixão e de Minha Cruz estarão gravados no resplendor da Cruz Azul.

Por isso, hoje, detive as trevas e Meu adversário. Aqui está presente, diante de seus olhos, a manifestação da Vontade de Deus e de Seu divino Propósito. E vocês, neste momento, companheiros, estão sendo levados a ingressar no espírito de Emmanuel, onde se encontra a paz, a harmonia, a cura e o perdão de todas as suas faltas.

A isso se acrescenta a Luz de Aurora e seu divino Raio de Liberação, que hoje trabalha silenciosamente, sem mover tantas leis nem energias, mas no interior das consciências e dos corações que se abrem para poder encontrá-la.

Vejam então, companheiros, como, neste momento, o tempo da ilusão se detém em uma parte deste planeta e ingressa o Real Tempo de Deus, para fazê-los sentir, em Seu silêncio, a unidade com todo o Cosmos e com toda a Vida universal.

Para isso, os Resplandescentes, os Elohim, são os que abrem as portas entre os planos, para que o Pai desça aqui com Seu Espírito.

O vento vem limpar o mal pensamento dos ingratos para que não os afete, mas que prevaleça o Sopro do Espírito de Deus sobre suas consciências neste momento.

Em recolhimento e oração, vamos ao encontro do Pai e da benção da Cruz Azul.

Sigam-Me

Escuta, Senhor, a voz de Teu povo. Escuta a voz de toda esta raça, que hoje se prostra a Teus Pés para louvar-Te e glorificar-Te.

Escuta, Emmanuel, a voz de Teus filhos e chega a este mundo com todo o Teu Poder e Esplendor, para que as trevas mais impenetráveis sejam dissipadas, para que os corações se liberem das cadeias da perdição e da ilusão e se estabeleçam os Cristos do Novo Tempo: aqueles que virão de diferentes partes do mundo e se colocarão aos pés de Tua Cruz para esperar a chegada de Teu Filho.

Escutemos a Voz do Pai, que hoje não só está nos Céus, mas também está aqui sobre Aurora, como o Sábio Criador de tudo o que existe, como o Pai da Misericórdia e da Bondade, que em Seu aspecto divino de Emmanuel chega a Seus filhos para abençoá-los com Sua Luz redentora e cósmica.

Enquanto os Céus se abrem diante de Ti, Amado Senhor, desce, com Teus Raios, o poder da Criação e de toda manifestação divina, para que se cumpra, sobre este planeta, Teu divino Pensamento, e as almas encontrem, finalmente, o caminho do amor e da reconciliação.


A Voz do Pai:

Amados filhos, escutem Seu Pai.

Eu Sou o princípio e Sou o fim.

Eu Sou o que Sou e venho do Universo espiritual para congregá-los em Meu Amor e em Minha Justiça.

Os sete Anjos Regentes que foram convocados, que agora desçam e que se acenda a Cruz.

Hoje o Pai do Amor abençoa este símbolo, que unirá os povos e as nações, que trará a esperança aos não redimidos e que dará a redenção a todo o mal, para que triunfe o Amor da Fonte, para que reine a Verdade e a Justiça.

Amados filhos, Eu os amo e os espero com Meus Braços abertos, para que Meu Amado Filho os leve até Mim e possam estar sentados aos pés de Meu Trono, junto aos anjos, para que cantemos Glória e Aleluia.

Enquanto seus anjos da guarda se prostram no chão, as penas mais profundas são perdoadas e, por meio desta Cruz Azul, mais um Propósito de Deus é cumprido sobre a superfície deste planeta.


A Voz de Cristo

Filhos e companheiros Meus, para que a Luz de Emmanuel se faça visível entre as consciências, entoemos Seu Nome sagrado, para que os anjos derramem os códigos e os méritos alcançados durante Minha Paixão e, assim, se abram as portas às oportunidades e às Graças para todas as almas que buscam a unidade com o Pai e a Criação.

Hoje cantarei, junto a vocês, o Nome santo de Emmanuel.


Todos entoam Emmanuel.


Sintam seus corações liberados do passado, das amarras e das perversões da vida.

Sintam seus corações cheios da Luz de Emmanuel e comunguem do Pai, que hoje está aqui com Sua Consciência divina para trazer a Paz a este mundo e, também, a Fonte de Sua Compaixão.

E agora, chamemos os Nomes de Deus para que os Anjos Regentes, que foram designados pelo Universo, preencham esta Cruz com os códigos da Divindade de Seu Amado Filho.


Todos entoam os Nomes santos de Deus: Adonai, Emmanuel, Abba, Eli Eli, Yahvé, Shekinah, Elohim, El Shaddai, Iod He Vaud He.


Que esta renovação traga para as consciências a ampliação de seus caminhos na consagração e na fé e o ingresso pelas portas da Misericórdia ao Reino de Emmanuel, para que sempre aprendam a viver e a cumprir Sua Vontade por menor que seja.

Eu os abençoo sob a Luz Poderosa de Emmanuel, abrindo neste Centro Sagrado a descida de Seu divino Espírito, para que as almas o encontrem em seu interior.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.